Seguidores

Visitantes ONLINE

terça-feira, 30 de setembro de 2014

NOTA DE ESCLARECIMENTO E 

MOTIVAÇÃO GMBH



SINDICATO DOS GUARDAS MUNICIPAIS DO ESTADO DE MINAS GERAIS – SINDGUARDAS/MG
CNPJ: 12.003.300/0001-03

Nº 015/2014 de 29 de Setembro 2014



Nesta contextualização procuramos fundamentar a retomada da luta pela valorização da GMBH, revigorando pautas e mobilizações para o crescimento da GMBH que teve momentaneamente o entrave PARASITÁRIA DO CHARLATANISMO SINDICAL por parte do sindicato dos servidores, e a contribuição negativa de alguns guardas que buscavam destaque e cargos remunerados dentro deste sindicato. Ficou evidenciado que este sindicato usou e abusou da gananciosa disposição para fragmentar nossa luta, e logo, como previsto dispensou os que mais se exaltavam, após sua frágil agregação ao quadro de filiados. Muitos dos que foram atraídos pelo "canto da sereia", visualizam hoje a desmobilização de nossas ações através de promessas que inviabilizaram conquistas. Nós já obtivemos em toda a região metropolitana; conquistas tais como adicional de risco, redução de jornada e valorização salarial, não podemos esquecer nossa história de lutas e conquistas como o plano de carreira GMBH (PROGRESSÃO HORIZONTAL E A DERRUBADA DO CABIDE DE EMPREGOS). Nossas demandas poderiam ser aprovadas na CMBH sem obstáculos da oposição ao governo, oposição que possui uma excelente relação com SINDGUARDAS-MG ( PEDRO PATRUS, GILSON REIS, IRAN BARBOSA, ADRIANO VENTURA ETC...) estarrecidos com a posição parasitária do SINDIBEL, que se apresentou sorrateiramente em nossa mobilização, negociando absurdamente um acordo sem precedente que parcelaria em três anos nosso ADICIONAL DE RISCO, para desarticular nossa mobilização (MARCHA AZUL MARINHO EM BH) e falaciosamente se apresentar como entidade do dialogo e das portas abertas com a PBH, prometendo ARMAMENTO, REDUÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO e o nosso demandado ADICIONAL DE RISCO. Evitamos a todo custo entrar em rota de colisão, para não estabelecer perante nossa categoria uma disputa de base sindical. Esta declinação deixou evidente sua fracassada incapacidade de liderar e relacionar-se com os demais atores da Câmara Municipal, principalmente com oposição ao governo, entregando a nossa categoria; frustração e descrédito em sua capacidade representativa e no movimento sindical.
O SINDGUARDAS-MG em resposta as demandas apresentadas por seus filiados em Belo Horizonte, esclarece os seguintes tópicos:
Em relação ao trabalho realizado por este sindicato na representação classista, quanto as garantias e conquistas trabalhistas:
Diante do devastador quadro de omissão para com a vida dos trabalhadores e todo sistema de opressão praticado pelo Comando da GMBH, em 2013 o SINDGUARDAS-MG realizou uma GREVE histórica na GMBH, com adesão de 80% da categoria. Não cedendo a pressão política que utilizou-se de praticas diversas para intimidação deste movimento reivindicatório, como o decreto de situação de emergência, bem como interditos proibitórios do exercício do direito a GREVE, utilizando-se do aparato burocrático e influência política da PBH, arregimentando junto ao judiciário, multa ( concedida sumariamente no valor de R$ 100.000,00 diário e reintegração coercitiva de posse) sobre nossa paralização, que somente ocorreu por falta de dialogo e consequente ocupação de nossa sede administrativa. Não se curvando a toda esta pressão o sindicato foi recebido pela prefeitura onde estabeleceu-se um acordo vitorioso e sem precedente na história da GMBH, substanciado e homologado pelo TJMG, que em audiência de conciliação, extinguiu qualquer punibilidade aplicada sem o devido processo, agravo e conhecimento da causoalidade por parte daquele tribunal, reconhecendo a legitimidade e legalidade desta GREVE. 
Ressaltamos que levianamente a PBH ameaçou alguns dos servidores, principalmente aqueles do quadro representativo do SINDGUARDAS-MG, dentre delegados e diretores, sem eficácia legitimada, observando-se que até o momento, nenhum servidor envolvido nas apurações fora punido administrativamente. Este açoitamento psicológico só ganhou ampara daqueles que buscavam nossa divisão, ao invés de reconhecimento e guarida aos que rebelaram contra a tirania quebrando a corrente de opressão, vislumbrou-se uma vertente parasitária do sindicato dos servidores, que omisso durante dez anos, se apresentou para aqueles que foram covardemente atingidos, mas simbolizando a luta de todos nós.
Esclarecemos que este levante classista sobre o aparato repressor abalou todo o absolutismo militar que até então imperava nos quadros administrativos da Secretaria de Segurança e Comando GMBH, resultando a efeito, dentre outras ações, a demissão do Secretario e Comando Operacional, trazendo consequências judiciais como mandados de busca apreensão e sequestro de bens de oficiais que chefiavam uma quadrilha com objetivo fim, lavar dinheiro público, inibindo consequentemente os desenvolvimento das Guardas Municipais. 
IMPORTÂNCIA DA GREVE EM BH NO CONTEXTO DAS GUARDAS MUNICIPAIS DO BRASIL
Berço da FENEME a (Associação de Oficiais Militares do Brasil) influenciou na administração da GMBH, composta por cerca de 150 militares, implantando um estatuto plano piloto para referenciar e moldar a supressão de direitos, como a organização sindical em todo o país (Garantida pelo STF após ação judicial impetrada pelo SINDGUARDAS-MG) com fulcro na para-militarização das Guardas Municipais de todo o Brasil. Nosso movimento grevista em 2013 rompeu as barreiras da capital mineira e respaldou o Sindicato dos Guardas Municipais de Minas Gerais a liderar uma mobilização classista nacional, atuando com autoridade na pauta política, conduzindo as marchas e negociações na Câmara dos Deputados e Senado Federal ao criar a Frente Nacional em Defesa das Guardas Municipais do Brasil. (Derrotando novamente a FENEME em Brasília com a aprovação do MARCO REGULATÓRIO (LEI 13.022) (ESTATUTO GERAL DAS GUARDAS MUNICIPAIS DO BRASIL).

Belo Horizonte 29 de Setembro de 2014

Pedro Bueno
Presidente do SINDGUARDAS-MG

sexta-feira, 19 de setembro de 2014


Cão-herói: cachorro da guarda-civil de Guarulhos ajuda prender criminoso



 Homem é preso na Grande BH por Guardas Municipais ao agredir Taxista


UMA LUTA PRA DEFINIR A HISTÓRIA DA GM DE SANTA LUZIA


GUARDA MUNICIPAL DE SANTA LUZIA FECHA PORTÕES DA PREFEITURA, REVINDICANDO MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO.


Em busca de melhores condições de trabalho, como adequação a lei Federal 13.022, Estatuto Geral das guardas Municipais, equipamento de proteção individual, viaturas em boas condições, rede de comunicação interna rádios etc, plano de carreira, auxilio fardamento, coletes a prova de bala, periculosidade, e reinstalação do "Olho Vivo" entre outras coisas.

A GMSL, fechou nesta manha a porta da prefeitura, cerca de 50 guardas do efetivo de aproximadamente 103, com gritos de ordem, nariz de palhaço e apitos, colocaram fogo em pneus, impedindo assim a entrada de carros na prefeitura, estando liberado apenas veículos da saúde e educação.
A Policia Militar, foi acionada mas entendendo a legitimidade da manifestação permaneceu pacificamente garantindo a ordem e a segurança de ambas as partes.

O Clima ficou tenso quando o Sr Carlos Alberto ( Calixto), Prefeito do Município chegou ao local, cercado pelos manifestantes e pressionado pela demora e o pouco caso, em atende-los, disse: Que os atenderia hoje as 11:00 horas da manha, que tinha que despachar documentos importantes e ainda uma reunião pela manhã. que não precisava de toda aquela baderna, a porta da prefeitura.

Diante de mais uma promessa, os GMs decidiram liberar o prefeito e permaneceram a frente da prefeitura na esperança de serem atendidos desta vez!


                    GUARDA MUNICIPAL DE BH APREENDE MAIS DUAS ARMAS DE FOGO 

NÃO RECEBEMOS MAIORES INFORMAÇÕES MAS FICA AQUI REGISTRADO ESTE FATO OCORRIDO


Foi apreendido no dia 17 de setembro pela GMBH uma pistola 380 na escola Tenente Penido na regional oeste... Confira:


Pistola 380 -







Houve também no mesmo dia outra "APREENSÃO DE ARMA"

Mais uma arma apreendida no dia 17 de setembro pela GMBH no Parque Tom Jobim 2237 por volta das 17: 00 horas.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Guardas municipais queimam pneus durante manifestação em Santa Luzia

Grupo cobra negociação para melhorias salariais; terminou com a promessa de que regularização do adicional de periculosidade entre na pauta de votação da Câmara Municipal no próximo dia 30

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
PUBLICADO EM 17/09/14 - 09h26
Cerca de 103 guardas municipais fizeram uma manifestação, na manhã desta quarta-feira (17), na porta da Prefeitura de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. O grupo tenta negociar melhorias salariais.

De acordo com a Polícia Militar, os manifestantes queimaram pneus na Avenida VIII, 50, Bairro Carreira Comprida. Ainda segundo a corporação não houve registro de ocorrências no ato promovido pelos guardas.
Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, há 20 dias, os guardas fizeram outra manifestação. O prefeito, Carlos Calixto (PSB), pediu um tempo para tentar um acordo. Porém, os manifestantes não quiseram aguardar.
Por volta de 11h, uma reunião entre seis membros da categoria, representantes da câmara municipal e o vice-prefeito do município, Roseli Pimentel, terminou com a promessa de que a regularização do adicional de periculosidade entre na pauta de votação da Câmara no próximo dia 30. "Hoje recebemos o pagamento desse benefício com base no salário mínimo e não em cima do salário base", explicou o guarda municipal Gustavo Barbosa, de 28 anos.
"Não entramos em um acordo em relação ao aumento salarial. Estamos pedindo um aumento de aproximadamente 22%. Hoje a categoria recebe R$ 1.246, o valor pago para os guardas municipais de Santa Luzia é menor que o vencimento da categoria em outras cidades", encerrou. 
Os guardas municipais prometem realizar um ano ainda esta semana próximo a prefeitura para alertar a população para o problema. 
Atualizada às 20h28

sábado, 13 de setembro de 2014

BOXEADOR ASSASSINA GUARDA CIVIL NO CUMPRIMENTO DO DEVER: A MANCHETE QUE NÃO VENDE!


MALDITA IMPRENSA QUANDO ESTA PROMOVE INVERSÃO DE VALORES!


O GUARDA CIVIL VANDERLEI QUE REAGIU A FÚRIA DE UM "BOXEADOR" EM SÃO PAULO NÃO RESISTIU AOS FERIMENTOS E A SOCIEDADE PERDE MAIS UM POLICIAL NO CUMPRIMENTO DO DEVER

13/09/14 Nas Ruas - Dennis Guerra: Na data de ontem (12) foi anunciado aqui neste canal de notícias a morte do guarda civil metropolitano Vanderlei. Desde a data de ontem familiares, amigos e colegas de profissão compareceram ao  



Cemitério Vila Nova Cachoeirinha, na Zona Norte de São Paulo, para despedirem-se do policial, morto em razão do estrito cumprimento do dever legal. Durante a cerimônia, o vereador Paulo Telhada e o Presidente do Sindguardas-SPCarlos Augusto Souza, também estiveram presentes e cederam os seus depoimentos ao O Cão de Guarda Notíciassobre o ocorrido.

VEJA AINDA: 

Também esteve no local o Subcomandante GCM/SP, Inspetor Vanderlei Bento Barbosa (que visivelmente emocionado, preferiu se abster naquele momento de quaisquer gravações) entre outros.

Entretanto, ficou clara a falta de interesse da grande mídia em cobrir - tanto o velório quanto o sepultamento do agente policial - diferentemente do que foi feito quanto da morte do lutador de boxe que reagiu à abordagem legal, ferindo dois GCMs, entre eles o GCM Vanderlei. Naquela ocasião, muitosnoticiários sensacionalistas estiveram presentes.



Em respeito à dor da família e amigos, este editor se limitou a fazer este breve registro à distância. Foto: Dennis Guerra.

"... quando morre um vagabundo, quando morre um bandido, as críticas contra a polícia, contra as forças de segurança são muito pesadas. Mas quando morre um agente da Lei, ninguém se manifesta..."

Vereador Paulo Telhada

"...quando, dos fatos, nós (Sindguardas-SP) entramos em contato com a emissora TV Record, pedindo o Direito de Resposta. Foi encaminhada até nós, lá na entidade, uma equipe. Gravamos por mais de vinte minutos, onde não foi levado ao ar (...) não podemos nos posicionar de forma clara em relação ao ocorrido..."

Carlos Augusto Souza - Presidente Sindguardas SP

Na cerimônia do guarda civil metropolitano, nenhum deles, com especial atenção ao Programa Cidade Alerta, apresentado por Marcelo Rezende. Assista ao vídeo abaixo e tire as suas conclusões:

Por Coronel Telhada - Mais um herói covardemente assassinado!


"13/09/14 - Por Coronel Telhada: Faleceu na manhã desta sexta-feira, dia 12 de setembro, o Guarda Civil Metropolitano Vanderlei da Silva Rodrigues. Ele morreu vítima dos tiros disparados em 31 de agosto, pelo boxeador Edson Ferreira, até então tido pela mídia tendenciosa como a vítima da história. O GCM Vanderlei tinha 44 anos, era casado e pai de dois filhos, um deles deficiente físico. Com um histórico exemplar na guarda paulistana, Vanderlei receberia a Medalha Jânio Quadros, criada por mim, na próxima segunda-feira, dia 15, na Câmara Municipal.


Vanderlei foi vítima duas vezes, primeiro nas mãos do assassino campeão de boxe, depois foi vítima de criticas impensadas e infundadas por parte da imprensa que citou os homens da GCM como mal preparados, mal profissionais e os condenaram como assassinos.

O GCM Vanderlei estava trabalhando dentro da lei, legitimamente escalado para conter o comércio ilegal perto do Anhembi, quando foi atacado por um homem que não obedeceu a ordem de parada e abordagem, de um servidor público das nossas forças de segurança.

Nada disto foi levado em conta por certos jornalistas que preferiram defender um homem que vendia mercadorias de forma ilegal, que roubou a arma de dois guardas, atirou contra ambos e um deles – infelizmente – veio a óbito, estando o outro GCM ainda internado.

Os GCMs se defenderam e o ambulante morreu, mas isto ocorreu não por ele vender mercadorias de forma irregular, mas sim por ter reagido e atirado contra os guardas.

A família GCM está de luto pelo guarda que faleceu, eu estou de luto e todos que valorizam as nossas forças de segurança e a respeitam também ficarão! Mais duas crianças sem pai, mais uma viúva da segurança pública, mais um guerreiro tombado...

Presto minha última homenagem, contando o motivo pelo qual o GCM seria homenageado segunda-feira:

No ano de 2009, ao ocorrer um roubo de carga que fez o condutor do veículo como refém, o GCM Vanderlei recuperou a carga roubada e libertou a vítima sequestrada. Portanto mais um herói, covardemente assassinado"! Fonte: Coronel Telhada - Facebook

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

SINDGUARDAS-MG REÚNE COM GM DE SANTA LUZIA E BUSCA  SOLUÇÃO PARA O DESCASO DA PREFEITURA COM A CATEGORIA

A reunião ocorreu nesta quinta-feira dia 11 na paroquia de São Sebastião em Santa Luzia, varias queixas sobre descaso e sucateamento sempre fora tema de antigas assembleias da categoria, agora os servidores exigem o cumprimento da Lei 13.022.

Revoltados com a postura hostil do Prefeito Calixto os servidores definiram manifestar sua indignação nesta próxima quarta-feira dia 17 na sede administrativa a partir das 7:00 horas.

Estiveram presentes na reunião o presidente do Sindguardas-MG Pedro Bueno e vereadores Suzane Duarte Almada e David Martins alem de outros 40 guardas municipais.













terça-feira, 9 de setembro de 2014

Esquartejador é Preso por Guardas Municipais após tentar Fugir de Ônibus




Um Jovem Que estaria foragido da Justiça FOI Preso na Manhã Desta segunda-feira (8) na rodoviária de Belo Horizonte. Ailton Pinheiro Gervásio, de 18 Anos, E Suspeito de Matar o cunhado a marretadas E Depois esquartejar o Corpo e desová-lo NAS imediações da Lagoa da Pampulha, NA Mineira capital.




domingo, 7 de setembro de 2014

CONVÊNIO GRANDE OPORTUNIDADE!


FILIADOS RECEBERAM ESTA SEMANA A CARTILHA DE BENEFÍCIOS E A CARTA DE RECOMENDAÇÃO DO SINDGUARDAS-MG PARA GOZAR DO CONVÊNIO TIRO RÁPIDO, GARANTINDO SUA ARMA E REGISTRO COM O MELHOR PREÇO DE MERCADO DO PAÍS
  




                             




FRENTE NACIONAL 

Nosso companheiro Oséias Francisco Francisco já esta em Brasília, representando a CONGM e a Frente Nacional em Defesa das Guardas Municipais do Brasil com agendas no AGU e STF sobre a ADI 5156 e também na SENASP.




CONVÊNIO - SINDGUARDAS-MG


CARGOS COMISSIONADOS E PROGRESSÃO POR ESCOLARIDADE!

ATENDENDO AS DEMANDAS PARA NOVA LEGISLAÇÃO LEI 13.022 QUE DETERMINA A NOMEAÇÃO DE GUARDAS MUNICIPAIS DE CARREIRA NOS CARGOS EM COMISSÃO, OFERECEMOS MAIS UMA GRANDE OPORTUNIDADE! 

UMA EXCELENTE PARCEIRA COM PREÇOS EXCEPCIONEIS PARA NOSSOS FILIADOS !

ATENÇÃO: OS CARGOS COMISSIONADOS DEVERÃO SER OCUPADOS POR INTEGRANTES DO QUADRO EFETIVO ATÉ O ESTABELECIMENTO DE UMA PLANO DE CARREIRA E PROVAS DE SELEÇÃO INTERNA RECONHECENDO TÍTULOS E DIPLOMAS ACADÊMICOS...